“Acho que se eu fui adoptado por Torres Vedras também me sinto na obrigação de retribuir..." Renato Valente

Renato Valente, eborense de nascença e torriense de adoção, marcou a vida associativa e social do concelho, tendo levado o nome de Torres Vedras além-fronteiras nas atividades de intercâmbio que dinamizou.

Técnico de farmácia de profissão, foi a sua dedicação às instituições e eventos do concelho que levou à atribuição da medalha de mérito municipal de grau ouro a 11 de novembro de 2010.

Por ocasião do seu falecimento, a Câmara Municipal de Torres Vedras expressa as suas sentidas condolências à família e, em gesto de homenagem e agradecimento, reproduz a entrevista originalmente publicada na Revista Municipal "Um Concelho" em dezembro de 2010.